| 

Agrestina

Prefeito de Agrestina garante quase um milhão e meio de recursos para obras do município

Na última sexta-feira (20) pela manhã, o prefeito de Agrestina, Thiago Nunes, esteve na Caixa Econômica Federal, de Caruaru, para assinar dois contratos de repasse que serão usados em obras de infraestrutura e reformas do município.

Estiveram acompanhando o prefeito, o administrador público, Marciano Filho, o secretário de Obras, infraestrutura e urbanismo, Júnior Marciano, e a gerente municipal de convênios, Márcia Helena. Na ocasião, todos foram recebidos pela superintendente regional da Caixa, Simone Nunes, e pelo gerente regional, Martoni Sobral.

A emenda no valor de aproximadamente 1.500.000,00 referente ao orçamento de 2017 é de autoria do Deputado Silvio Costa, que acatou o pedido do Deputado Estadual Silvio Costa Filho, encaminhando uma emenda individual ao município de Agrestina. O contrato de repasse do Ministério das Cidades, no valor de 740.350,00 tem como objeto o recapeamento asfáltico em ruas e avenidas do município, já o contrato de repasse do Ministério do Esporte, no valor de 731.250,00 será destinado a segunda etapa de reforma e ampliação do Campo de Futebol Municipal. O prazo para início das obras, após a ordem de serviço, é de seis meses.

Em reunião foram discutidos assuntos como a estruturação da cidade, que é de extrema importância para receber empreendimentos, e o desejo da gestão em adquirir novos veículos para o município, bem como a criação do Programa de Modernização da Administração Tributária e da Gestão dos Setores Sociais Básicos (PMAT), no município, visando a modernização da administração tributária e a qualificação do gasto público.

O gerente regional da Caixa, Martoni Sobral, falou sobre a importância dos municípios se voltarem para o seu território, em virtude da crise econômica que o país enfrenta, fazendo o seu dever de casa de forma correta e garantindo o seu desenvolvimento, assim como Agrestina vem fazendo, com o calque limpo e o crédito aprovado.

"Precisamos de gestores públicos com essa mentalidade de organização", disse a superintendente da Caixa, Simone Nunes.