| 

Agrestina

Fórum Desembargador Benildes de Souza Ribeiro é inaugurado em Agrestina

Na manhã da última sexta-feira (19) foi realizada a solenidade de inauguração do Fórum da Comarca de Agrestina, Desembargador Benildes de Souza Ribeiro, localizado às margens da PE 120, em Agrestina. A inauguração se destacou como mais um importante marco na história do município.

Autoridades e funcionários da justiça estiveram presentes, entre eles o presidente do Tribunal de Justiça de Pernambuco (TJPE), Leopoldo de Arruda, o presidente da Assembleia Legislativa do Estado de Pernambuco (Alepe), Guilherme Uchôa, o presidente e vice-presidente da OAB Subseccional de Caruaru, Felipe Sampaio e Fernando Júnior, acompanhados de outros membros da Diretoria, a delegada da Mulher de Caruaru, Gimena Gouveia, o chefe do Cartório Eleitoral de Caruaru, Mário de Medeiros, o juiz da Fazenda Pública e o diretor do Fórum da Comarca de Caruaru, Adelmo Barbosa e Tadeu Passos, e o diretor do novo Fórum da Comarca de Agrestina, Inácio de Oliveira, além do prefeito e vice-prefeito, Thiago Nunes e Zito da Barra, vereadores, e secretários municipais de Agrestina. A senhora Maria do Carmo, esteve representando a parcela majoritária da população agrestinense, e a Banda Sinfônica Municipal, Pulquério José de Souza, recepcionou todos os presentes.

A doação do terreno para a construção do novo Fórum da Comarca de Agrestina, foi realizada pela Prefeitura de Agrestina, que recebe o nome de Desembargador Benildes de Souza Ribeiro para homenagear e manter a memória de um dos filhos mais ilustres da história do município. Na trajetória do magistrado pode se destacar sua presidência no Tribunal de Justiça e Tribunal Regional Eleitoral de Pernambuco, além de ser homenageado no grau de comendador através da Ordem do Mérito Militar, em 1994, pelo presidente da República, Fernando Henrique Cardoso.

Para o prefeito, Thiago Nunes, este trabalho é um grande orgulho para todos os agrestinenses e modelo para os outros municípios do Agreste de Pernambuco. O novo Fórum da Comarca de Agrestina irá contribuir com índices cada vez mais elevados de ordem e integração a vida em sociedade, através de um poder judiciário mais aparelhado, atuante e adequado à aplicação do direito. “Essa nova casa da justiça tem duas grandes significações, oferecer melhores condições de trabalho à magistrados e servidores da justiça, oferecendo à população, sobretudo aquela mais carente, um espaço condigno para receber a proteção da justiça”, disse o presidente do TJPE, leopoldo Arruda.

Aguida Guimarães/ Fotos: Adriano Monteiro/ Decom - PMA