| 

Cultura e Turismo

Do Agreste de Pernambuco para o Brasil

 
Por Vanessa Nôvak
A professora de dança, funcionária da Prefeitura de Agrestina e integrante do quadro da Secretaria de Cultura e Turismo do município, Lucianna Souza, 29 anos, já é destaque nacional. A moça que se dedica à arte da dança, e de maneira brilhante valoriza os ritmos pernambucanos, anualmente aperfeiçoa suas habilidades na Escola do Teatro Bolshoi no Brasil, que é uma tradicional escola de balé existente na cidade de Joinville, no estado de Santa Catarina. Fundada em 2000, é a única extensão estrangeira do Teatro Bolshoi de Moscou.
Lucianna é de Gravatá, aqui no agreste de Pernambuco, e no Balé Municipal de Agrestina, desde o ano de 2014, a professora também já inspira jovens a seguirem os passos dançantes de sua profissão. A dançarina também é um dos destaques da conceituada Escola de Ballet Movimento De Dança Wanderson José, em Gravatá.
Nesta semana, como membro da EMDWJ, a jovem bailarina integrou o seleto grupo de profissionais, recrutados pela Secretaria de Turismo de Pernambuco, que recepcionou os turistas, no Aeroporto Internacional dos Guararapes, na região metropolitana do Recife, com um espetáculo que apresenta o frevo também em manobras aéreas. E nesta sexta-feira, 9, ela fez parte de uma matéria exibida no Jornal Nacional, da Rede Globo, mostrando, é claro, o frevo, genuinamente pernambucano.
Com toda a beleza da dança, e muito profissionalismo, a bailarina e professora, Lucianna Souza, tem conseguido se destacar através de seu trabalho e levar para o cenário nacional a cultura pernambucana e também atrair olhares para o Agreste de Pernambuco.

Foto: Adriano Monteiro