| 

Agrestina

Mais de 500 alunos participam de formatura do PROERD

A IV Semana do Bebê de Agrestina foi finalizada com a formatura de mais de 500 alunos no Programa Educacional de Resistência às Drogas e à Violência - Proerd, da Polícia Militar. O Programa foi desenvolvido PM de Pernambuco nas comunidades escolares da cidade - Leonila de Souza Ribeiro, Maria Edelvita Barros Tenório e Sesquicentenário da Independência.

A solenidade de formatura aconteceu na Quadra Joelson de Souza Mendes e contou com a presença de peças importantes para que o programa acontecesse no município, sendo este o quinto ano consecutivo da realização do Proerd na gestão do prefeito Thiago Nunes.
A mesa de honra foi formada por Thiago Nunes; pelo vice-prefeito Zito da Barra; pelo coordenador do Proerd em Caruaru e Região, Capitão Alberaci; pela Secretária de Educação e Esportes, Joelma Leite; entre outras secretárias e secretários.

Durante o encontro foram medalhados pelo trabalho desenvolvido as equipes escolares e da PM que conduziram as aulas. Receberam medalhas também alunas que se destacaram na elaboração de uma redação com o tema “Proerd”, atividade de conclusão das aulas. A Associação de Pais e Amigos dos Excepcionais (Apae ) Agrestina esteve presente também e comandou as apresentações de teatro e dança durante o encontro.

“É com grande satisfação que temos em Agrestina o Proerd, que nesses últimos cinco anos, formou mais de 2.200 alunos agrestinenses. Cerca de 128 municípios já tiveram o programa e atualmente apenas 14 o mantém, e Agrestina é um deles. Gostaria de parabenizar a Polícia Militar de Pernambuco e adiantar que no próximo ano o Proerd estará novamente em parceria com a Prefeitura para continuar com este belo trabalho”, destacou Thiago Nunes.

PROERD - É um programa de caráter social e preventivo posto em prática em todos os estados do Brasil, por policiais militares devidamente selecionados e capacitados. É desenvolvido uma vez por semana em sala de aula, durante quatro meses em média, nas escolas de ensino público e privado para os alunos que estejam cursando quinto ou sétimo anos do ensino fundamental. Durante as aulas são abordados temas importantes como bullying, violência e abuso de drogas.

A atuação dos Instrutores, além de estimular as habilidades das crianças para resistirem às pressões ao uso de drogas, estreita o relacionamento policial comunidade, dentro do modelo de Gestão Integrada, a qual visa a defesa da vida, da integridade física e a dignidade da pessoa humana.