| 

Artesanato

TRADIÇÕES SECULARES
Cerca de 150 produtores da Vila de Santa Tereza são responsáveis por confeccionar o maior símbolo de Agrestina: o chocalho. O artefato rústico muito se assemelha a um sino, com uso utilitário para a localização do gado e decorativo em miniaturas. Há uma alquimia inexplicável que, apesar de feitos da mesma forma e tamanho, ganham cores e sons diferentes ao serem finalizados. Para muitos, o chocalho funciona como ‘a voz’ do animal.

ARTE EM MADEIRA
Eliaquim Antônio, natural de Agrestina, hoje aos 35 anos, faz painéis de madeira desde a adolescência. A madeira é recolhida na zona rural de Agrestina, a maioria delas das espécies louro canela, cedro, castanhola e umburana, sendo esta última mais difícil de realizar a pintura e, por isso, menos utilizada. Já o tema de cada peça é recorrente: o homem do campo. Eli, como também é conhecido, não expõe seu trabalho regularmente, mas faz peças por encomenda e também vende mediante contato. Os preços de cada trabalho vão de R$ 200 a R$ 2 mil.
Eliaquim Antônio (81) 9725-1135.

ARTE EM FERRO
Quem visita Agrestina, logo na entrada da cidade se encantam com os cavalos feitos pelo artesão Valmir Reginaldo Silva. Engrenagens, calotas, molas, correntes de moto e outros incontáveis materiais metálicos são soldados até a formação de cavalos, bois e aves em tamanho real. Os detalhes chamam a atenção. Valmir  reutiliza peças e objetos que não funcionam mais para montar os animais. As peças que ficam expostas às margens da Br-104 custam em média R$ 4 mil e são aceitas encomendas. 
Valmir Reginaldo: (81) 9515-9055.

MDF
A sigla denomina uma das matérias-primas utilizadas para se transformar em arte, em Agrestina. O material derivado da madeira nada mais é que uma placa de fibra de madeira de média densidade. No município, ele se transforma em arte para peças de uso doméstico ou decorativo. 

TRABALHOS MANUAIS
Utilizando materiais encontrados com facilidade, os artesãos de Agrestina demonstram como utilizar a criatividade e embelezar peças simples.

ARTE MEDIEVAL
O artesão enxerga além das peças separadas. Uma prova disso é o trabalho que remete às artes medievais, pela utilização de materiais comuns àquela época. O resultado são obras únicas e diferenciadas.